After falling in replica handbags love with Beatrice,gucci replica handbag Pierre immediately worked hard. In 2009, after dropping out of college, he took over a hermes replica handbags construction company founded handbag replica by his father and became a replica handbags major shareholder. Later he became the vice president of the Monaco Yacht Club. Personally, it has reached 50 million US dollars.
Imprensa

História do melhor jornalismo
regional do País. Leiam! (66)

  DANIEL LIMA - 08/08/2018

Continuamos com a série de matérias que compuseram a Reportagem de Capa da revista LivreMercado, edição de março de 1997. Hoje apresentamos a entrevista da jornalista Malu Marcoccia com o arquiteto Cândido Malta. É imperdível ainda nos dias de hoje. Acompanhe a abertura do texto. E no link abaixo, tenha acesso ao texto completo. “Os empresários podem dar importante contribuição à melhoria da qualidade de vida nas grandes cidades, participando da elaboração de unidades de vizinhança. É como o professor e arquiteto Cândido Malta Campos Filho chama o planejamento dos bairros, a solução mais fácil à mão para tentar reverter o caos dos centros urbanos e o crescimento desordenado da periferia, com a explosão das favelas. Cândido Malta acha possível ao Grande ABC estimular e atrair novas empresas – sobretudo as satélites de grandes corporações -, exemplificando com o espaço disponível no Polo de Sertãozinho, em Mauá, Município para o qual desenvolveu o Plano Diretor que está em debate. O urbanista também atribui a periferização do Grande ABC ao problema macroeconômico do desemprego que atinge todas as regiões industrializadas do mundo, como efeito da globalização. A solução, neste caso, estaria em rever o modelo neoliberal, que ele critica. Ex-secretário de Planejamento do Estado de 1976 a 1981 e professor de Planejamento Urbano da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, Malta acha possível conciliar ocupação com preservação ambiental dos mananciais. Ele sugere condomínios com número máximo de famílias em sub-bacias da Billings”.

05/03/1997 - Planejamento regional deve começar em espaço periférico

Leia mais matérias desta seção: