Imprensa

Como o Defenda pode fugir do
fracasso do Fórum da Cidadania?

  DANIEL LIMA - 17/06/2014

Em linhas gerais e traduzidas, esta é uma das perguntas que CapitalSocial preparou para o empreendedor do setor de seguros, Elísio Peixoto, na Entrevista Especial enviada ontem ao presidente do Defenda Grande ABC, organização social que está em fase de constituição na região. Elísio Peixoto tem longa experiência em ações comunitárias, o que pesou sobremaneira na escolha ainda informal para comandar em regime de colegiado uma instituição que se pretende diferenciadora no ambiente regional. Elísio Peixoto deverá remeter as respostas até o final do mês. Vejam as perguntas:

 

CapitalSocial – O Fórum da Cidadania, único movimento da sociedade experimentado para valer em termos regionais a partir de meados dos anos 1990 desapareceu por conta de algumas enfermidades que podem ameaçar o Defenda Grande ABC, casos de excesso de agenda, gulodice representativa, falsidades partidárias, centralismo diretivo e assembleísmo populista. Quem garante que o Defenda será diferente?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – O colegiado de dirigentes que comandará o Defenda é formado por gente experiente em suas respectivas atividades. Acha que isso colaborará para o sentimento de coletivismo em vez de individualismos comuns nesse tipo de organização?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – O Defenda irá a público expressar posicionamento individual do presidente ou será mesmo obedecido o regimento interno de colegiado, ou seja, de debate interno antes que o jogo comece para valer?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – O que o faz acreditar que o Defenda será diferente de todas as organizações sociais da região, ou seja, não ficará aprisionado por interesses políticos, partidários e econômicos? O modelo do Defenda é mesmo inovador em relação ao que temos no mercado de representação social?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – Voltando ao Fórum da Cidadania, um dos erros crassos cometidos por aquele movimento foi tentar resolver problemas para os quais não estava habilitado em estrutura, os quais são da alçada das instâncias que os criaram. O Defenda saberá manter-se na linha como agente de mudanças que não ultrapassarão os limites da animação do processo, monitorando as instâncias públicas, principalmente, e recorrendo aos organismos legais para cobrar intervenções?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – As reuniões preliminares do Defenda, que culminaram na construção da primeira diretoria, a ser legalmente eleita, foram exatamente o que o senhor esperava? O senhor entende que existem mesmo preocupações retaliatórias de instâncias consolidadas e que fazem da Província do Grande ABC um território de baixa qualidade de cidadania? As informações que dão conta de desistências de vários inscritos não o preocupam?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – Uma Entrevista Especial que fizemos com os associados do Defenda mostrou diversidade enorme de avaliação sobre o quadro econômico regional, sobretudo nas especificidades das chamadas conquistas trabalhistas. Isso mostra que o Defenda reúne cabeças de diferentes matizes ideológicos. Será complicado demais encontrar um foco específico nas questões que envolverão a entidade?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – Até que ponto eventual desinteresse de parte da mídia em acompanhar esse movimento, por razões mais que implícitas, poderá impedir o sucesso da empreitada? O senhor acredita que as alternativas que se oferecem são suficientes para compensar eventuais congelamentos? As muitas plataformas tecnológicas de comunicação são uma vantagem enorme que o Defenda tem em relação ao Fórum da Cidadania. Nos anos1990 a rede mundial de computadores não tinha a ressonância socializadora de agora, como se sabe.

 

Elísio Peixoto --

 

CapitalSocial – Se tivesse que escolher entre tantos temários disponíveis na região tão mal servida pelo Poder Público uma questão que julgaria como o pontapé inicial de intervenção, qual seria a sua escolha?  Por falar nisso, como será o processo para a definição das pautas monitoradas pelo Defenda?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – Em breve resumo, quais serão os próximos passos do Defenda Grande ABC, cuja diretoria foi composta dois dias antes do início da Copa do Mundo e tendo-se em conta que a próxima reunião será dois dias após o encerramento da competição internacional?

 

Elísio Peixoto –

 

CapitalSocial – De forma resumida, também, conte sua experiência como agente social e o que o levou a inscrever-se no Defenda Grande ABC?

 

Elísio Peixoto --

 

Leia mais matérias desta seção: